O valor do tempo.

Nos acostumamos com as pessoas fazendo planos, adiando sonhos e sempre, jogando a vida para o amanhã. É incrível como, o amanhã é sempre o mais belo de todos os tempos.

E, o quê sempre se espera do amanhã?

TUDO. De preferência, o MELHOR. E nunca, menos daquilo que se teve, ATÉ ENTÃO.

Legal… Mas o quê eu faço com os meus dias, até aqui? O quê faço com tudo aquilo que vivi? E com aqueles com quem criei vínculos?

Ah, coloca na caixa de experiências... Quando precisar, usa lá na frente!

Ok. “Lá na frente”, quando? Quantos anos de vida, você ainda tem? Sabe me dizer?

Não, não sabe. Não sabe, nem se terá tempo para terminar, de ler esse texto! Mas mesmo assim, conta com o tempo, com um futuro… INCERTO.

Só queria te deixar, uma coisa: Sabe qual é o maior tesouro, a maior poupança de vida, que você tem? SEU TEMPO.

O tempo é uma poupança ao inverso. Sim, você já começa com um saldo. E a medida que o tempo passa, ele decresce.

O mais cruel de tudo? Essa poupança, não aceita depósitos e, nem permite saber, o saldo restante na conta.

Faz um favor? Levanta e vai fazer um bom uso desse seu tesouro, enquanto é tempo.

O amanhã, tão pintado de ouro, pode ser o sinal vermelho, no saldo de uma vida desperdiçada, que não volta mais.

Compartilhar no Facebook