O que eu aprendi a partir de anos de desânimo

Eu tenho uma mentalidade empreendedora desde que era um adolescente. Eu não sabia disso, mas quando eu olho para trás em todas as ideias que tive para as empresas que eu queria criar, isso se torna bem óbvio.

Eu sempre achei que tinha uma ideia extremamente desorganizada sobre o que a minha carreira deveria ser, mas a ideia de trabalhar para outra pessoa para o resto da minha vida fazia minha pele arrepiar. E nem sequer fale sobre os cubículos que as pessoas trabalham. Cada carreira, por mais segura que parecia, me entediava.

Em primeiro lugar, a partir do que me lembro, eu queria ser um designer de interiores. Gostava de assistir a todos os programas de TV como "Trading Spaces" e estava obcecado em decorar a casa da minha mãe. Eu estava sempre movimentando os móveis do meu quarto, e pintando-os de cores diferentes. Acabei por refazer quase todos os quartos da casa. Rasgando tapetes, assentando azulejos, pintando as paredes, instalando luminárias e puxadores das portas, e até mesmo pintando um piso de madeira. Eu amei fazer essas coisas! Isso me tornava ainda mais criativo, e me deu o controle sobre o meu ambiente.

Então eu queria ser um editor de filmes. Eu posso agradecer à minha professora de Artes Gráficas por me apresentar ao mundo maravilhoso do iMovie. Fiz alguns vídeos divertidos que me permitiam extrapolar a criatividade.

Depois que mudei para Fotografia. Comprei uma cara e pequena Nikon D50 e passei meu tempo livre tirando fotos da natureza e tudo o que achasse interessante. Eu até queria abrir um estúdio, em algum momento.

Trabalhando no varejo por anos, e sendo um gerente por vários anos, decidi que a abertura de uma loja própria seria o ideal. Eu venderia as coisas que estava interessado, e tudo ficaria bem no mundo. Estava tudo se encaminhando para ser uma loja de música. Estritamente metal. Sim, o meu segredo sujo foi revelado. Eu gosto de metal. Em seguida, estava para ser uma loja de joias.

OH, e eu e meu melhor amigo seríamos donos do próprio espaço, que sonho!

Eu tinha tantas ideias, e isso pareceu mudar constantemente para caber em minha personalidade.

A coisa é, eu nunca tive qualquer apoio em qualquer uma das minhas ideias. Eu sei que eu era jovem e a minha mãe estava apenas sendo realista. Mas o que há de errado nisso? Eu gostaria que ela tivesse abraçado a minha atitude ambiciosa e minha paixão para começar meu próprio negócio. Porque ao invés, tudo o que eu consegui foi: “Iniciar seu próprio negócio dá muito trabalho. É realmente difícil e a maioria das empresas falham. Você vai perder todo o seu dinheiro, e depois?”.

Toda vez que eu iria ficar animado e expressar minhas ideias a ela eu recebia esse discurso. Eu entendo que ela estava tentando cuidar de mim e me proteger da falha, mas tudo o que fez foi me desencorajar de nunca tentar. Toda vez que eu tinha uma ideia do que eu queria fazer na carreira, eu pensava duas vezes e dizia a mim mesmo: “É muito difícil começar seu próprio negócio, e você provavelmente vai falhar se tentar, então por que se preocupar?”.

O que eu aprendi com isso é que você não pode deixar ninguém ditar o que você pode e não pode fazer com sua vida. O que é muito difícil precisa de muita ousadia. Você tem que acreditar em si mesmo, na sua paixão e começar a correr. Se é algo que faz você ficar animado para acordar de manhã. Que você iria trabalhar durante todo o dia se pudesse, sem ganhar um salário. FAÇA. Faça com amor e encontre uma maneira de fazê-lo funcionar. Muitas pessoas trabalham em empregos sem futuro que odeiam apenas para obter um salário no final do dia. Este mundo precisa de mais pessoas que não têm medo de viver sua paixão.

Encontrar uma comunidade de pessoas que estão interessadas nas mesmas coisas, que irão incentivar e motivá-lo a ir adiante – Free LifeStyles! Porque alguém vai sempre estar disposto a contratá-lo para construir um sonho se você está com muito medo de construir o seu próprio. E outras vezes existirão mãos para lhe ajudar a construir o seu... Mas persiga os seus sonhos.

Compartilhar no Facebook