O quê é a “falta de consciência”?

Talvez, esse seja um dos maiores males do mundo. Tudo está tão de ponta cabeça que as próprias pessoas julgam as outras, como sendo não conscientes, e de uma maneira não consciente! É um show de horrores.

Consciência é você estar emocional, e racionalmente presente no momento, com lucidez de si, e de seus sentimentos em relação ao agora, e até mesmo ao futuro.

Pareceu complexo, né? Você verá que, não é tanto... Vamos por partes.

NÃO É, SÓ O RACIONAL.

Somos feitos desses dois modos: racional e emocional. Por mais que um possa se sobressair mais que o outro, quando estamos em harmonia entre ambos numa determinada situação, o instante se torna verdadeiro. Aí, faz todo o sentido prestar atenção, estar ali, e aproveitar...

Consciência, não pode ser apenas racionalidade, pois sentimentos são necessários para que as coisas aconteçam, e sua alma faça parte daquilo. Como estar consciente, se apenas sua mente está ali?

SUA LUCIDEZ SOBRE O AGORA, E SEUS SENTIMENTOS.

A consciência é muito de entender, como você está no agora. Não estou falando de certo ou errado, o quê confunde muita gente, mas do fato de ser alguém ansiosa, ou otimista demais. Ter ciência de ser assim, traz consciência sobre o momento em que se está.

Assim como, os sentimentos que fazem parte daquele instante. Também não é errado estar bravo ou muito feliz, claro que emoção demais pode dispersar sua racionalidade, mas no quando você percebe que esse é o sentimento do momento, lhe remente ao real entendimento do que se passa.

Portanto, compreender isso e o momento, lhe desperta a consciência.

O FUTURO.

Acredite que estar consciente é o quê foi descrito acima. Porém, é muito raro conseguirmos separar nossas atitudes de agora, daquilo que buscamos, e para onde estamos indo. Portanto, gostaria de salientar que é muito pertinente, entender o quê você tem naquele instante, em relação ao que busca… justamente, onde existem as maiores fugas de consciência.

Normalmente, as pessoas buscam dinheiro, conquistas, e tantas outras coisas - que a sociedade, supostamente, diz que as farão felizes - enquanto tapam buracos, que ainda não perceberam. Falta consciência.

Você é uma pessoa carente demais, e sempre exige demais dos seus amigos, relacionamentos e parentes atenção e carinho, reconhecimento e tantas coisas que você não percebe essa carência exagerada. Você pode estar projetando no futuro, a construção de uma família, ou ganhar dinheiro para atrair pessoas ou tantas possibilidades, sem saber a real intenção por trás disso. Falta consciência, o quê pode justamente, fazer você buscar as coisas que não vão lhe completar, da maneira que sua alma anseia.

CONSCIÊNCIA E RACIONALIDADE.

As pessoas muitas vezes xingam as outras, dizendo que falta consciência, quando na verdade, apenas querem que elas entendam a lógica de seus pensamentos, os quais fazem todo sentido. Fazem todo sentido para você, mas outras pessoas - com suas ideias, paixões, crenças e histórias - podem ter outras percepções. A falta de consciência aqui, pode até existir, mas a briga é pelo não entendimento da racionalidade lógica dos fatos que você quer. Não confunda.

A FUGA DA CONSCIÊNCIA.

Me perguntaram: “Mas porque pessoas usam drogas, bebidas e outras coisas para fugir da consciência?”...

As pessoas usam diversas coisas, no intuito de não ter que lidar com esses buracos, supostos defeitos que tem, ou tristezas que fazem parte. É aquilo que aparentemente é feio aos olhos do mundo, e você tem receio de descobrir, ou aceitar que existe em você. Um medo da sociedade, e seu status.

Vejo muitas pessoas taparem sua consciência com religião fanática, ou trabalho extremo. A questão da droga, ou da bebida, é quando ela passa a ser um vício, para fugir de uma realidade que não se quer enfrentar; algo que dói. Com esses meios de fuga, já se consegue distrair a mente, ficando mais fácil de lidar. Acredito que essa é, até mais fácil de se perceber, quando está acontecendo.

O pior são as outras, aquilo que não é feio: a religião, o trabalho, o relacionamento, a solidão... Essas não tem o rotulo das outras. Porém, dificultam em serem percebidas como fugas de consciência, e mantêm as pessoas cada vez mais distantes.

É PARA SEMPRE.

Acredito que é algo extremamente difícil, estar consciente a maior parte do tempo. Pessoas que normalmente são de religiões mais voltadas ao interior, como budismo e afins, acabam conseguindo mais... mas é um processo sem fim.

O mundo muda, as pessoas mudam, sentimentos e vontades mudam. Tudo está em constante movimento, e portanto, nossa consciência também está sempre mudando.

O quê não podemos é parar de procurar, porque por mais que você não esteja exatamente nela, estar na busca, já a deixa mais próxima, e consequentemente, muito melhor de quem está bem longe.

Como Free LifeStyle, apenas adoraria ressaltar que, essa jornada de descobertas nossa em relação ao mundo e aos nossos desejos, não é algo frustrante. Bem ao contrario, ela é uma das coisas mais fascinantes que existem. Fazer os seres humanos serem tão intrigantes e únicos, talvez seja o jeito mais sincero de amar ao próximo.

Compartilhar no Facebook