O amor não é um jogo - Mas, se você jogar, vai perder.

Normalmente, nos jogos, alguém precisa perder, eles têm competição. E a ideia de relacionamento não é os dois ganharem com isso?

Quando existe aquela ideia de vou me fazer de difícil ou vou agir de tal forma para tentar que o outro pense ou aja de outra. Não é uma forma de jogar e manipular? Cadê a autenticidade?

Eu sei, o texto já começou pesado, como alguém que lhe acorda gritando e você parece meio desorientado. Mas, essa é a ideia.

Por que não simplesmente falar o que sente e pensa? Se a outra pessoa responder, é recíproco. Não estou falando de ser fácil no sentido de qualquer pessoa que tenta algo com você, você já dê abertura, óbvio que não... Estou falando daquele maldito jogo de “vou demorar para responder, vou ficar fazendo a pessoa correr atrás um pouco para dar valor”.

Bom, se esse argumento de sentimento genuíno não foi suficiente, deixe-me apresentar um ponto da Neurociência:

Você pode estar se transformando em um prêmio!

Exatamente, e isso não é tão legal quanto parece. A ideia de “querer você” pode passar a ser mais “vencer essa competição” do que a própria ideia de estar com você. E quando se tem o prêmio, ele perde a graça. Sim, o seu cérebro muda o estímulo do prazer para a caçada e não mais o que busca – é quase como o jogador de pôquer, que não interessa o que ele irá ganhar, a graça está na adrenalina do risco, e ao vencer, ele precisa de outra partida, não do que ganhou...

É o que tenho visto muitas vezes, pessoas quererem se transformar em algo de desejo tão forte, que os outros não veem mais quem estão atrás, mas apenas querendo provar que conseguem. Novamente, existe uma larga diferença entre se valorizar e virar prêmio. Se valorizar é ir desenvolvendo naturalmente os relacionamentos, sejam eles quais forem; ser prêmio é querer parecer inalcançável, inflar o ego.

Pense um pouco sobre isso, tenha calma, respire no seu momento... Não é algo que falam com frequência, mas não é melhor ir construindo algo, porque os dois querem e compartilham de ideias e sentimentos similares.

E como fazer isso, se a história começa sendo construída em um jogo de “ah, se você fez isso, eu vou fazer desse jeito”. Às vezes as pessoas ficam tão cegas em busca de ter razão e vencer uma discussão que esquecem que ambos perdem...

Portanto, na maneira Free LifeStyle, não é pensar que você está entrando em um jogo que precisa vencer a sua opinião, que precisa ser a grande conquista. O grande objetivo está em construir juntos, lutando com as adversidades que o mundo já apresenta e até consigo mesmo para criar uma maior harmonia especial, essa é a única vitória que deve ser buscada, e o melhor, ela não precisa de perdedores.

Se liga nessa imagem...

Compartilhar no Facebook