Não saia da Zona de Conforto

Uma das frases mais tradicionais e que certamente todos já ouviram é “Você precisa sair da zona de conforto”. Como se esse fosse um lugar extremamente perverso, uma areia movediça que lhe prende e o impede de alcançar seus sonhos. Também é comum ser referenciada como algo que simplesmente com certa dose de coragem, você se liberta e finalmente conhecerá a magia da terra prometida de coisas fantásticas. Você sabe do que estou falando...

E se eu lhe perguntasse, porque sair da zona de conforto? Você certamente pensará “Ora, por ser esse lugar terrível que todos comentam, nada acontece, maldoso, conforme foi descrito anteriormente.” Porém, agora lhe pergunto, ao sair da zona de conforto, quem lhe garante que o outro lugar será melhor?

A zona de conforto foi criada pelo instinto mais primitivo do ser humano, o de sobrevivência. E isso tem reflexo nos primórdios da formação da mente humana, segundo a neurociência.

A descoberta foi que o primeiro sentimento que surgiu na mente das pessoas foi o medo e ele é impulsionado por grande parte do cérebro. Logo, como resposta ao medo, buscamos desesperadamente a segurança. Então, em resumo para sobreviver o seu cérebro tem medo de muitas coisas, como um alerta de preservação, portanto, você busca em primeiro lugar sentir-se seguro. Antes mesmo de querer ser feliz ou ter prazer.

Você jamais conseguiria mudar isso nem que fosse seu maior desejo no mundo. Mas, você pode fazer como muitos e se jogar de qualquer jeito fora da sua zona de conforto rumo a uma mudança. O que não é nada sábio, pois você criou essa zona, justamente para não correr riscos em demasia e se preservar. E saltar rumo ao total desconhecido não é garantia nenhuma de uma reviravolta positiva.

Porém, analisando pelo outro lado, você ficar apenas dentro dessa zona segura, a qual impede as vezes de crescer e evoluir, mantendo-se estagnado. O que também não é o mais indicado. Afinal, você não gosta que tudo seja exatamente igual sempre.

O que fazer então?

A grande questão é você aumentar a sua zona de conforto, expandir ela, ir crescendo dentro de um risco calculado, para que possa evoluir, mas que não seja completamente a mercê do ambiente, do inesperado.

Portanto, toda a vez que você ver alguém falando – Você precisa sair da zona de conforto. Lembre-se que pode não ser uma boa ideia, tão pouco ficar preso nela. Simplesmente pense em formas de ir aumentando a zona de preservação e pense em evoluir constantemente.

Abaixo, você pode ver uma apresentação em slides que explico mais sobre isso:

Porque sair da ZONA DE CONFORTO? from Alex Born

Compartilhar no Facebook