Fazer o bem pelo bem é amor

Alguns dizem que o mundo está perdido, ele é mal e não tem mais jeito. Ora, por mais bonitinho que seja esses pessimistas dos desenhos da Disney, nesta realidade, não é tão bacana assim.

Que as coisas não estão as melhores e tem coisa que não acreditamos acontecendo, sim tem. Mas, leia um livro histórico. Eu estava lendo um, esses dias – Mundo sem Fim do Ken Follet (ótimo por sinal) e quantas coisas eram consideradas primordiais naquele tempo e hoje vemos o quanto aquilo era errado e danoso a humanidade.

Estamos aprendendo, estamos evoluindo. Muita coisa precisa melhorar, mas eu acredito que estamos indo... A grande questão é que hoje, como todo mundo pode saber rapidamente e influenciar, acabamos por ficar mais intolerantes, mas estamos ainda aprendendo a lidar com nós mesmos, nesses novos tempos...

No entanto, algo que me chamou bastante atenção, ao perceber essa loucura de hoje em dia foi quantas pessoas tem atitudes de extrema bondade...

Agora é o outro lado da moeda, assim como vemos o mal, também vemos essas ações; e acabei parando e pensando nelas. Atitudes simples, como pessoas que sabem dar abraços, recolhem alimentos, costuram roupas, mas tentam simplesmente fazer algo para fazer o mundo melhor.

A mais encantadora de todas elas, foi de um rapaz que era envolvido com drogas e perdeu tudo que tinha, lá no sul da África e quando ele começou a ter que pedir esmolas, ficou com tanta vergonha, que não conseguia, resolveu que daria algo em troca. O que ele gostava de fazer? Ler. Então, iria compartilhar as histórias que lia por alguns trocados.

Isso foi estimulante, que ele começou a pedir livros e querer fazer ainda mais trocas, e até revender esses livros.

Foi tão poderoso o que aconteceu, que ele saiu das drogas e começou a ensinar outros moradores de rua a fazer o mesmo, trocar as histórias pelo dinheiro do pão.

Eu fico encantado e me comovo em cada uma dessas histórias, tenho vontade de me rasgar em vários e ajudar cada uma. Quando pensava, porque ficava assim, apenas me dei conta:

são pessoas fazendo o bem pelo bem, e isso simplesmente é amor.

Como um Free LifeStyle esse amor, desta forma me tocou e lá estava eu querendo mais. Bom, em uma dessas euforias, vim escrever esse texto para você na única intenção que lhe toque essa ideia de um mundo que fazemos o bem pelo bem e quem sabe você entenda – que esse sou eu, amando você agora.

Compartilhar no Facebook