Emocionante carta de uma mãe sobre mentores e exemplos

Cara Emily,

Toda noite eu passo pelo seu quarto no caminho para o meu. É estranho saber que, dentro de algumas semanas, a sala vai ser uma concha vazia, deixada apenas com itens que fazem parte de seu passado. Agora você é oficialmente uma adulta. Eu me sinto incrivelmente afortunada por vê-la crescer e ser parte de sua jornada. Nós a criamos para ser uma pessoa independente, criar asas e voar. Agora chegou o momento. Por um lado, é difícil, mas por outro, eu estou tão animada por você se mudar para seu próprio lugar e começar a sua vida adulta.

Eu lembro quando me formei na faculdade. Seu pai, com quem eu estou junto desde o nosso segundo ano na faculdade, e eu nos mudamos para Nova Iorque para começar a nossa vida adulta. Cada um de nós tinha um emprego garantido antes de aparecer em Nova Iorque. Eu estava para começar no programa de treinamento da Macy. Era diferente naquela época. Toda grande empresa veio nos entrevistar no campus. As pessoas tinham menos opções, e a maioria dos nossos amigos tinha emprego quando nos formamos. O conhecimento do que você poderia fazer era limitado a onde tinha feito faculdade ou como você cresceu. Agora, as pessoas têm muito mais opções e realmente sabem sobre todas as oportunidades que existem lá fora.

Nós nos formamos, passamos um período de oito semanas de viagem cruzando o país de carro, chegamos em Nova York, encontramos um apartamento, criamos um espaço que era nosso, e começamos o nosso próximo capítulo. Nós nos sentimos animados, assustados, emocionados e incertos, tudo ao mesmo tempo - assim como eu tenho certeza que você está se sentindo agora.

Você se pergunta sobre como vai encontrar alguém que será um bom mentor, e o que o torna um bom mentor.

Mentores são importantes. Mas assim também são modelos. Não se fala tanto dos modelos como dos mentores, mas a realidade é que os modelos podem ter um impacto maior.

Como você está embarcando em sua carreira, eu quero que você pense sobre isso primeiro. Os modelos são pessoas que você pode admirar, alguém que você pode aspirar a ser. O impacto deles só pode ser sentido por você. Eles fazem você pensar sobre suas metas internas – as coisas que você pode querer compartilhar com um mentor.

Eu tinha alguns modelos femininos no início da minha carreira. A primeira mulher que eu tomei de exemplo foi em uma loja onde eu era gerente de vendas. Ela era nítida, resistente e impunha respeito. Eu gostava de como ela se conduziu como tiro em linha reta, e era óbvio que ela era bem respeitada em toda a organização. Ela não era tanto um mentor, mas alguém que eu aspirava a ser.

A próxima mulher para quem eu trabalhei era muito semelhante, mas ela me tomou sob sua asa. Neste ponto, eu era uma assistente de gerente de loja em New Rochelle e ela dirigia a loja. Ela me deu conselhos sobre como olhar para a empresa que eu estava trabalhando, como gerenciar as pessoas que trabalhavam para mim, e como fazer as coisas acontecerem (mesmo que lá fosse fortemente dominado por homens no topo), e ela se certificou que eu tomasse conta depois que foi promovida.

Ela queria abrir o caminho para mim, e isso foi energizante. Ela foi uma mentora por um curto período de tempo. Ela acabou sendo transferida para vários lugares em uma ascensão rápida. Nós não tínhamos e-mail, ou mensagens de texto, e as pessoas não mantinham contato como fazem hoje. Depois que ela foi promovida, alguém veio para preencher seu papel. Era até uma pessoa boa, mas tinha sido singular trabalhar para uma mulher que não era apenas um modelo, mas uma mentora ao mesmo tempo - especialmente quando havia menos mulheres no topo e mais mulheres na parte inferior. Ser capaz de aprender com uma mulher no topo que realmente se importava com o meu sucesso foi um presente.

Havia uma outra mulher para quem eu trabalhei que era uma pessoa terrível. Ela não poderia ter se importado menos se eu conseguia, era egoísta e malvada. Ela era uma "anti-modelo". A única razão pela qual eu fiquei lá por um ano foi porque eu estava aprendendo sobre a área de fabricação, e eu sabia que era inestimável.

Eu mantive minha cabeça baixa, escutei, e descobri como criar meu próprio negócio dentro do dela. Ela nunca me deu conselhos, nunca me ensinou uma coisa, nem sequer perguntou como foi o meu fim de semana. Era como trabalhar para um tirano frio. Eu estava tão miserável e foi tão intenso que a experiência se tornou um peso em meu rosto. Eu desenvolvi a acne adulta. Ninguém deveria ter que passar por isso.
Eu te contei isso porque cada uma dessas três histórias me impactou durante a minha jornada.

Eu fui capaz de trabalhar para mulheres que eu respeitava e outras que não. Isso me ajudou a me tornar a pessoa que eu queria ser – não apenas na minha carreira, mas na minha vida. Todas foram modelos, alguns bons, outros ruins.

Mentoria é uma palavra em voga hoje em dia. Não era algo que as pessoas falavam quando eu comecei a minha carreira. Existe a crença de que uma das coisas que você deve fazer quando começar a sua carreira é encontrar um mentor. Eu não acredito. Se as pessoas querem orientação pessoal verdadeira para ajudá-las a navegar no mundo, elas devem encontrar um bom coach, assim como a maioria dos empreendedores procuram consultores para o seu negócio começar a decolar. Eu sou uma grande fã disso. Agora, mentoria é diferente. É algo que deve acontecer organicamente, com alguém que encontra um interesse em você tanto quanto você encontra um interesse nela.

Um mentor pode ser alguém mais velho e mais sábio, ou, ocasionalmente, pode ser até mesmo da sua idade. Nasce de uma troca de conselhos, dicas e sentimentos agradáveis que parecem construir uma amizade. Às vezes, essas pessoas revelam-se a você ao longo do tempo e, em seguida, de repente você percebe que elas são mentoras.

Você tem grandes conhecimentos sobre as pessoas. Você saberá quando se conectar com essa pessoa certa para ajudá-la em sua jornada. Você saberá que é um modelo bom e quem não é. Estou confiante de que você vai encontrar o seu próprio caminho e se cercar de pessoas boas, inteligentes, que prezam pelos relacionamentos.

Eu sou a sua mentora para a vida, e espero que um modelo também. Eu não consigo pensar em ninguém para quem eu prefira ser uma mentora, exceto, é claro, seu irmão e irmã.

Com amor,
Mamãe

Fonte: Medium

Compartilhar no Facebook