Aprenda 5 lições de vida com pessoas extrovertidas

Se você imagina extrovertidos como pessoas rasas e superficiais – talvez como vendedores de carros usados, que querem vender de qualquer jeito – você pode estar se perguntando o que na terra poderia aprender com eles. Mas não cometa o mesmo erro que muitos fazem por engano e descartá-los.

Os extrovertidos simplesmente gostam de estar perto de outras pessoas. "Estar em volta de outros, na verdade, dá-lhes energia. Eles gostam de trabalhar com gente para fazer as coisas", diz Jene Kapela, e ainda completa: "Por esta razão, as pessoas que preferem extroversão têm uma vantagem em grandes ambientes sociais e em grupos de trabalho”. Mesmo se você não é extrovertido por natureza, você ainda pode tirar notas de quem são é. Leia mais para descobrir que lições você pode aprender com os extrovertidos.

1. Aprenda com sua ousadia

_
A psicoterapeuta Tina B. Tessina diz que, de um modo geral, os extrovertidos são aventureiros e frequentemente dizem sim a novas situações e oportunidades. Ela também fala: "Eles têm coragem social e muitos de nós precisamos aprender com isso".

Ramani Durvasula, psicóloga clínica licenciada e professora, explica por que os extrovertidos tendem a ser abertos a novas experiências: "A sua abertura aos outros, muitas vezes, traduz-se na abertura a novos conceitos". "Isso é ótimo para a flexibilidade mental, movendo novos músculos ao tentar novas ideias", diz ela.

“Na verdade, aqueles que são menos ousados podem considerar se aventurar um pouco mais, ocasionalmente”, recomenda o psicoterapeuta Jeremy Schwartz. "Estar aberto a essas novas experiências, que podem colocar um introvertido fora de sua zona de conforto, é uma parte importante de aprender e crescer na vida", diz ele.

2. Toque na vida social

_
Extrovertidos tendem a acessar facilmente o apoio social, diz Durvasula. "O apoio social é uma das ferramentas de enfrentamento mais úteis e importantes que temos", diz ela.

Um estudo publicado no American Journal of Epidemiology confirma isso. Os autores do estudo, Lisa e Leonard, olharam para a pesquisa com 7.000 adultos em Alameda County, Califórnia. Eles determinaram que o risco de morte entre os homens e as mulheres com o menor número de laços sociais foi mais do que o dobro do risco para adultos com mais laços sociais.

Durvasula explica que sua capacidade de conseguir apoio de vizinhos, amigos, colegas ou outros contatos sociais está associada a uma ampla variedade de benefícios, incluindo melhores resultados de saúde.

3. Preste atenção para Oportunidades

_
Se estão em uma linha ou sentados em uma mesa, extrovertidos raramente deixam a oportunidade de conversar passar por eles. "Eles estão sempre procurando a próxima oportunidade para conhecer pessoas e participar da diversão", diz Tessina. "Eles não esperaram por alguém para trazer uma oportunidade para a sua atenção - eles estão em estado de alerta constantemente".

Porque extrovertidos estão ansiosos para fazer conexões com as pessoas, muitas vezes eles emanam um ar amigável acessível, o que permite os outros se sentirem confortáveis para interagir com elas. Abra-se a estas oportunidades para falar com as pessoas e você pode se surpreender com as coisas que você aprende.

4. O dom da palavra

_
"Os extrovertidos são, geralmente, grandes oradores", conta Tessina, que ainda complementa: "Eles podem contar histórias, deixam os grupos encantados e entretêm várias pessoas". Schwartz concorda: "Os extrovertidos são os mestres da conversa fiada. Eles prosperam na experiência de estar perto de outras pessoas".

Não surpreendentemente, um estudo publicado no Jornal de Psicologia relata que os extrovertidos tendem a ter uma imagem mais positiva do que os introvertidos. No entanto, "os introvertidos também podem aprender as habilidades da conversa fiada e como agir em eventos sociais", diz Schwartz, que ainda fala: "Elas só têm que ser aprendidas em vez de vir naturalmente, como ocorre com os extrovertidos".

E, como a maioria das coisas, a prática torna perfeito. Quanto mais você se envolver em uma conversa com aqueles que o rodeiam – colegas de trabalho, baristas, garçons etc. – mais confortável você vai se tornar com casualmente puxar conversa.

5. Aja como extrovertido e encontre a felicidade

_
Numerosos estudos têm sugerido uma correlação entre extroversão e felicidade. Mas se você não é uma pessoa extrovertida, não se desespere. Você pode reivindicar essa mesma felicidade para si mesmo.

Uma pesquisa publicada em 2002 no Journal of Personality and Social Psychology mostrou que todos – até mesmo os introvertidos – são mais felizes depois de se socializar. Outro estudo de 2012, publicado no jornal Emotion, mostrou que simplesmente se comportar de uma maneira mais extrovertida pode levar a maiores emoções positivas e felicidade. E um terceiro estudo de 2014, publicado no Journal of Research in Personality, encontrou que o mesmo é válido em diversas culturas.

Portanto, não importa onde estão, aqueles que agem de uma forma mais extrovertida em situações cotidianas são mais felizes. Então, esteja satisfeito e orgulhoso de quem você é, mas ocasionalmente pise fora de sua zona de conforto para conhecer novas experiências.

Você não tem nada a perder e um pouco de felicidade a ganhar. Ser Free LifeStyle é ser cientista da felicidade, você tenta diversos experimentos em busca de novas experiências e histórias incríveis – Se para isso precisa treinar um pouco mais a extroversão, #bora sair falando com estranhos e indo contra o conselho materno de não se fazer isso.

Fonte: Yahoo

Compartilhar no Facebook