A injustiça das nossas críticas

AS CRÍTICAS NO MUNDO.

Você pode ser uma pessoa extremamente pacífica, que raramente se mete em confusão, mas ainda assim é impossível, suprimir sentimentos explosivos com raiva, decepção ou angústia. Simplesmente, faz parte do repertório da vida, para não a deixar tão pragmática.

Imagine que chato um filme, só de cenas felizes.

O que noto hoje, como sendo um dos maiores potencializadores de sentimentos ruins, são as críticas que fazemos no dia-a-dia. Como numa comparação, assim como o gás carbônico é um dos grandes vilões do aquecimento global, as críticas são do negativismo do mundo.

UM FESTIVAL DE CRÍTICAS.

Eu não sei, se é por causa das redes sociais (que nos permite expressar o que nos incomoda), se é muito da mídia (que quase sempre aborda suas críticas) ou, simplesmente, porque é mais fácil, você falar mal (ao menos é o que parece).
Infelizmente, o que tá rolando é bem isso...

  • Reclamar de uma pessoa, que não lhe agradece da maneira que você gostaria, é bem mais fácil do que elogiar, quando ela faz algo especial;
  • Reclamar do garçom que demorou, ou que não estava de bom humor, é bem mais fácil do que ir lá fazer um elogio pelas situações inversas;

Sério, eu tinha uns 27 exemplos que pensei em poucos minutos, mas achei que ficaria pesado... Para você ver, como a situação tá feia ;/

Por ter assumido, há anos, uma postura de muito mais elogios e palavras boas, do que coisas ruins, fica fácil perceber isso.

O que noto hoje, é o quanto essas reclamações são para lá de injustas.

DO QUE AS CRÍTICAS SÃO FEITAS?

Normalmente, quando reclamamos de algo, existe uma série de coisas juntas:

Ego - Você pensa exatamente naquilo que deveria ser, ou acontecer, de acordo com os seus parâmetros. Mas muitas vezes, você esquece que eles são os seus, não dos outros.

Falta empatia - Grande parte das críticas, não levam em consideração o que o outro realmente pensa. As pessoas adoram achar que sabem, mas na maioria das vezes não sabem ( e nem pensam sobre isso), pressupõem errado, ou ainda criticam. sem entender o outro lado. E algo importante é você ter consistência no que fala.

Maldade - Elas têm uma alta carga de veneno, pois raramente você realmente precisa falar com tanta veemência com alguém. Sempre tem um jeito de falar, de um jeito legal (veja esse conteúdo sobre isso - http://www.freelifestyle.com.br/sempre-tem-um-jeito-positivo-de-falar/ ). Portanto, na grande parte das vezes é um machucar que alivia e descarrega algo ruim. Parece uma sensação de “vou fazer mal, porque também estou”, ou libertar as coisas ruins em outro.

Algumas pessoas poderiam dizer, mas “as críticas são boas”. Não! Os feedbacks positivos são bons; os comentários construtivas são bons. Esse papo de que você critica, porque quer o bem, não passa de um jeito dócil de tentar parecer bonzinho, frente as coisas ruins que você faz.

“PESSOA ILUMINADAS ENCONTRAM UM JEITO DE ELOGIAR, O QUE NORMALMENTE SERIA FEITO COM CRÍTICA.”

O BEM É O BEM.

Há uma gigante diferença entre você falar algo que aparentemente, não está certo para você (expor essa opinião de um jeito bacana, respeitando a posição, situação e pensamento da outra pessoa, enfim, tentando encontrar um viés positivo) e, despejar o que você não acha certo.

O que gostaria de lembrar, como Free LifeStyle é que, sim! Espero muito, que você viva a vida, do melhor jeito e com coisas boas, mas que você jamais vai conseguir fazer isso, despejando nas pessoas de uma maneira negativa, sem considerar o que tem de ego, falta de empatia e, até maldade nessa sua crítica. Não tem como!

Atitudes ruins, geram respostas e sentimentos ruins. Em 99,9% das vezes é assim e, o pior é que, normalmente, você comete grande injustiça nisso.

O QUE NORMALMENTE ACONTECE.

Percebi isso ontem, quando um amigo meu fez uma dura crítica à um outro. Analisando, notei que aquela crítica tinha total sentido, a partir do ponto de vista, das crenças e vontades dele (o que geralmente, a maior parte das críticas são constituídas). E do outro lado, que eu também conhecia, ela era totalmente descabida. Na verdade, não passava de uma maldade egoísta, de alguém que se achava no direito.

Parei e pensei sobre outras críticas que tinha escutado, e quase todas tinham isso... Porque sempre tem um jeito de alinhar as coisas, conversar de uma maneira bacana, de se fazer o bem... sempre tem. Se você quer um mundo melhor, mais paz para si e tudo mais, comece fazendo a sua parte, não seja injusta com suas críticas.

“AO CONTRÁRIO DO QUE SE PENSA, AS CRÍTICAS QUE VOCÊ FAZ, LHE AFASTAM DO QUE VOCÊ DESEJA E, TE APROXIMAM DAQUILO QUE MERECE.”

Compartilhar no Facebook